Saturday

SAVARIN - Desafio Daring Bakers - Abril / 2013

27 Abr 2013



O desafio de abril de 2013 dos Daring Bakers, comandado pela Natalia do Gatti Fili e Farina foi fazer um Savarin (leia-se savarrã). Para quem não conhece, é uma massa de pão que leva muitos ovos, é bastante úmida, e que resulta em uma textura aerada própria para ser embebida com calda, pois ela absorve uma boa quantidade do líquido e tem a capacidade de retê-lo de forma que, ao degustar, ela continua com sua textura porosa, cheia de calda, sem que a massa se desfaça ou vire pasta. A calda é o que vai ditar o sabor do Savarin, sendo a de rum uma das mais tradicionais.

Natalia of Gatti Fili e Farina challenges us to make a traditional Savarin, complete with soaking syrup and cream filling! We were to follow the Savarin recipe but were allowed to be creative with the soaking syrup and filling, allowing us to come up with some very delicious cakes

Existem fôrmas próprias para fazer o Savarin, que podem ser lisas ou trabalhadas, sempre com um cone no centro, de preferência largo, pois é neste meio que entra o recheio, que pode ser um Chantilly, ou creme de confeiteiro, ou o que sua imaginação mandar. A mesma receita, se feita em forminhas individuais, geralmente altas, levam o nome de Baba au Rhum. Descobri que tenho uma fôrma de bolo bastante apropriada, diria até que perfeita para fazer o autêntico Savarin, mas nunca tinha me dado conta disso. Aliás, ela saiu do fundo do baú!!


Durante todo o mês do desafio, fiquei esperando uma ocasião para fazer meu Savarin e oferecê-lo a visitas, pois rende um bolo bem grande. Isso acabou não acontecendo. Chegando a data da postagem, acabei fazendo um grande para congelar para um futuro evento e aproveitei um pouquinho da massa para fazer alguns mini Savarins para que eu pudesse experimentar a calda de laranja com Cointreau que eu queria fazer.

Preparei filetinhos de casca de laranja no maior capricho...


Preparei minha calda, que depois foi enriquecida com suco de laranja e Cointreau. Infelizmente o resultado não me agradou muito e por isso não será publicada aqui. A calda ficou ligeiramente amarga, creio que por causa da casca da laranja. Ainda bem que fiz somente um mini Savarin, de modo que pude congelar os restantes para fazer novas experiências (breve aqui).

A minha calda não ficou boa, mas a massa é excelente e merece ser registrada aqui. Tão logo eu faça a próxima, voltarei com o resultado.

Os resultados dos outros participantes, assim como as receitas e diretrizes originais para este desafio você encontra em THE DARING KITCHEN.

SAVARIN

350g (2 e 1/2 xícaras) de farinha de trigo
30 ml (2 colheres de sopa) de á gua morna
6 ovos (clara e gemas separadas)
4g (2 colheres de chá) de fermento biológico seco OU 15g de fermento biológico fresco
20g (4 colheres de chá) de açúcar
75g (1/3 de xícara) de manteiga em temperatura ambiente
1 colher de sopa de raspas da casca de laranja e/ou limão (opcional)
6g (1 colher de chá) de sal
manteiga para untar 

Modo de Fazer:

Esponja

Numa tigela pequena, misture 3 colheres de sopa da farinha da receita, a água morna e o fermento. Cubra com um plástico ou pano úmido e deixe descansar por uma hora.

Separe 8 colheres de sopa da farinha e reserve. Vai sobrar cerca de 2 xícaras (270g)

Massa:

Após 30 minutos, coloque as claras na tigela de uma batedeira e bata em velocidade baixa adicionando, aos poucos, as 2 xícaras da farinha (270g). Trabalhe a massa até ligar. Cubra e deixe descansar 30 minutos.

Junte a esponja à mistura da batedeira e acrescente 1 colher de sopa da farinha reservada. Bata em velocidade baixa. Se for usar as raspas de laranja e/ou limão, acrescente-as agora.

Quando a massa estiver bem ligada, junte 1 gema, e assim que ela for absorvida, junte 1 colher da farinha reservada.

Junte a segunda gema e o açúcar e assim que a gema for absorvida, junte mais uma colher de sopa da farinha reservada.

Aumente um pouco a velocidade da batedeira, junte a terceira gema e o sal. Assim que a gema for absorvida, junte mais uma colher de sopa da farinha reservada.

Continue juntando as gemas, uma a uma, alternando com as colheres de farinha, deixando 1 colher da farinha para depois.

Continue batendo até que a massa forme "fiapos".


Junte a manteiga em temperatura ambiente, e assim que a manteiga for absorvida, adicione a última colher de farinha.

Continue batendo até que a massa fique bem elástica (mas ainda bem mole) e passe no teste de elasticidade, quando esticando a massa, ela não rasga.

Aqui, quase no ponto.


Aqui, no ponto certo! Observe a elasticidade da massa!


Cubra a tigela com um plástico e deixe a massa crescer até dobrar de volume, umas 2 horas.


Veja o "antes" e o "depois":



Distribua a massa na fôrma (ou em forminhas), deixando crescer novamente até dobrar de volume, cerca de 1 hora. 



Asse em forno pré-aquecido moderado (180°C) até corar, por aproximadamente 40 minutos (se em fôrma grande).


Se utilizar forminhas pequenas, ficará pronto em aproximadamente 30 minutos.


Deixe amornar na fôrma e depois desenforme e deixe esfriar completamente sobre uma grade.

Faça uma calda rala com o sabor escolhido e regue o bolo até ficar bem úmido. Deixe escorrer o excesso numa grade. Recheie o meio do bolo com Chantilly (ou outro creme de sua preferência e enfeite com frutas, ou a gosto. Se desejar, pincele geleia diluída em um pouquinho de água quente, antes de servir.


Como minhas forminhas não tinham o cone, cavei o centro para rechear com creme Chantilly.

NOTAS:

Se quiser congelar, faça-o antes de regar com calda. 

O sabor da calda ficará mais acentuado no dia seguinte.


34 comments:

  1. Querida Rê que linda postagem. Eu tinha ouvido muito falar em Savarin, aliás não sabia que se pronunciava savarrã, olha que vergonhoso hehe. Nao sabia que era feito assim, pode até ser que o que vou falar seja ridiculo, mas ele me lembrou o bolo baba ao rum algo assim, que fica bem molhadinho por dentro. Achei lindinhos nas forminhas individuais, e seu PAP como sempre perfeito e com todos os detalhes que nos ajuda muito. Parabéns por mais uma linda postagem e um delicioso pão. Beijinhos, ótimo final de semana

    ReplyDelete
  2. They looks all great, good luck trying the new syrup! :)

    ReplyDelete
  3. Looks absolutely delicious Renata !!! Everything looks beautiful !!!

    ReplyDelete
  4. Nossa Patrícia, que linda e apetitosa receita!!!!!!! Estou levando ela comigo, pois quero muitíssimo testá-la aqui em casa, e desde já, sei que será um sucesso, pois tudo o que você faz é maravilhoso!!!!Beijos e um excelente final de semana!!!!

    ReplyDelete
  5. oi querida eu ja provei estes bolinhos maravilhosos comie eles assim commo os seus pequeninos e sabe achei perfeitos ....eu faço uma calda de laranja na qual no final do caramelo coloco umeia xicara de suco de laranja e volto a ferver ,,fia bom também ..eu ja usei as cascas e sabe tive que jogar fora ..que coisa n´pe mesmo ??? podei deveria aromatizar n´mesmo ???? amei sua sugestão bjinhos doces e parabebns para o desafio amei bjus

    ReplyDelete
  6. The mini savarins are so cute and the full-size one puffed up so nicely! Looking forward to seeing how you flavoured it. Sorry to hear about the orange syrup though.

    ReplyDelete
  7. Renata, eu também não fiquei completamente satisfeita com a calda, mas a massa fica boa e o seu savarin tem com um ótimo aspecto. Lindinhos os mini savarin. Parabéns!

    ReplyDelete
  8. Those little baby ones are adorable, Renata! :)

    ReplyDelete
  9. Renata, sabe que nunca provei um savarin?! embebido em calda deve ser delicioso e intenso! A apresentação está linda!
    Bj,

    ReplyDelete
  10. Oi Xará,

    eu acho o Savarin um dos doces mais chiques da gastronomia francesa, pra mim tem um quê de glamour, de grandes serviços, acho o fino do fino!

    Você mais uma vez brilhou, muito gourmet, genial!

    ReplyDelete
  11. Tia, nunca tinha ouvido falar desse doce mas achei chique e delicado e estou ansiosa pela calda que vc vai gostar rrsrsrs.
    A ideia de uma massa de "consistência" porosa, úmida e recheada me agrada muiiito e me dá mil ideias de recheio!
    Adorei!
    beijo grande

    ReplyDelete
  12. Hmm, Cointreau is an alcool from my country :) I'm sure it tasted good with the savarin ! Well done, and the Lemon zest on the top of the cake makes all the difference!!

    ReplyDelete
  13. Nunca tinha visto esse savarin, mas me parece genial, enquanto lia sua explicação fiquei imaginando e degustando mentalmente... rsrsrs
    Beijinhos, boa semana!

    ReplyDelete
  14. I never new the Savarin was also the Baba au Rhum. I think you did a great job on the cake...look at the volume and elasticity. Too bad the sauce was a miss but that gives you a chance to try another one again :-)

    ReplyDelete
  15. Renata,

    Adoro vir aqui, etou sempre aprendendo coisas novas, nunca tinha ouvido falar neste bolo/pão/delícia. Fiquei com água na boca, dá vontade de sair correndo e comprar as formas para fazer uns... quem sabe?!
    Bjs.

    ReplyDelete
  16. Oi Renata,
    Seu savarin ficou uma verdadeira obra de arte.Lindo!
    Bj,
    Lylia

    ReplyDelete
  17. wuau ele esta 5* gostei mt assim como o passo a passo bjs

    ReplyDelete
  18. Olá Renata!
    Sempre que venho aqui no seu cantinho saio de boca aberta, suas
    receitas são perfeitas e aprendo muito com vc!
    Não conhecia essa receita, obrigada pela partilha, chique demais!

    Beijos, sucessos sempre, fica com Deus!

    ReplyDelete
  19. Oi, Re,

    Tenho estado tão sem tempo, que estava aguardando um intervalo maior, para vir apreciar as suas sempre maravilhosas preparações, coisa que exige atenção, rsrs. Eu frequentemente encontro similaridades nas iguarias dos diversos países: o panetone italiano tem similaridades com o stolen (ou mesmo o 'fruct brot') alemão e este é igual a outros, de outros países. Já o savarin parece um pouco com o 'babá ao rum', não é vrdade? rsrs. Este também tem uns primos por aí pelo mundo, rsrs. O seu ficou lindinho e - com toda certeza - muito saboroso.

    Um grande beijo, querida!

    ReplyDelete
  20. Que delicia.... adorei conhecer seu blog, maravilhoso mesmo tem aqui com cada delicia... :)
    Ja me fiz sua seguidora.
    Beijinhos bom resto de domingo

    Sonhosnacozinha.blogspot.com

    ReplyDelete
  21. I love you cute individual savarin, Renata! I agree, the cake was delicious. I should have used more syrup, though. That is a good idea to freeze them. I should have done that, too! I didn't have an occasion to make it for. Freezing it would have kept it for a future date. Thanks your kind comments.

    ReplyDelete
  22. As usual, you turned out a beautiful challenge. Too bad the syrup was bitter- maybe some reduced orange juice to sweeten it up a bit? What a challenge to be able to fit a large cake into the freezer!!

    ReplyDelete
  23. Nada como ter uma amiga chique para explicar com tantos detalhes um clássico!
    Sabe que olhando aqui fica tudo tão fácil que me surpreendo fazendo algumas que jamais me atreveria.
    Seu savarin é um exemplo disso. Um verdadeiro "petáculo" que logo logo vai dar as caras por aqui...
    Beijinhos, querida amiga!

    ReplyDelete
  24. Ola
    Adorei os seus posts,Parabéns
    Com relação a essa receita do Savarin,eu gostaria de saber q fôrma ou d q maneira vc fez para eles ficarem com o formato igual aos da primeira e ultima fotos ??

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada pelo carinho! O Savarin da primeira e última fotos foram os pequenos feitos nas forminhas de silicone da penúltima foto.

      Delete
  25. Eu consegui fazer uma calda de laranja que (modéstia à parte) ficou uma delícia! Se quiser testar, aqui vai a receita:
    -500ml de água
    -250g de açúcar
    -Suco de uma laranja
    -Raspas de laranja à gosto (usei uma colher de café)

    Misture a água e o açúcar e leve ao fogo médio. Depois que dissolver o açúcar deixe ferver por alguns minutos até a calda ficar um poco mais grossinha. Tire do fogo e misture o suco de laranja e as raspas. Agora é só esperar esfriar e usar.

    Boa sorte com a sua calda!
    bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Anotado, Lidia! Obrigada por compartilhar ;o)

      Delete
  26. Ok, vai escapar um puco da original; mas estou tentando uma versão diet... desejem-me sorte...

    ReplyDelete

Devido ao grande número de mensagens de "spam", Testado, Provado & Aprovado não aceita mais comentários anônimos. Desculpem o transtorno.

Due to the large number of spam messages, Testado, Provado & Aprovado no longer accepts anonymous comments. Sorry for the inconvenience.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...