Wednesday

ROSETTES (Receita com Vídeo)

07 Ago 2013


Finalmente, o resultado da minha "pesquisa". Chega de suspense, né?

E que resultado! Foi mesmo uma grande surpresa para mim! Diferente de todos os palpites registrados AQUI, "Rosettes" é como conheci este lindo doce, como sendo muito tradicional na Escandinávia, mais precisamente na Suécia e Noruega. Curiosamente, na nossa brincadeira de adivinha, ninguém mencionou este nome e origem. Em compensação aprendi nomes diferentes até mesmo daqueles que encontrei enquanto pesquisava a respeito. Outra surpresa foi o fato de algumas pessoas já conhecerem em alguns locais aqui do Brasil! Como eu pude não conhecer??

Rosettes são estes doces, super crocantes de massa finíssima, fritos em óleo quente usando-se uma fôrma especial. As primeiras fôrmas eram em forma de flor e por isso o nome, mas hoje em dia já existem muitos outros formatos... natalinos, páscoa, halloween, etc.

Pois bem, conheci estas lindas "Rosettes" em sites dos Estados Unidos, onde foram propagadas pelos descendentes de escandinavos e onde são bem conhecidas. São receitas da categoria "vintage" já que são tradições bem antigas e até já caídas em desuso. Confesso que não são nada saudáveis e não devem ser consumidas com frequência, mas a genialidade na forma de seu preparo  me conquistou. 

Para fazê-las é necessário uma forminha própria que é acoplada a uma haste. A primeira oportunidade que tive de adquirir as forminhas, não pensei duas vezes. Infelizmente, aqui no Brasil não encontrei para vender.


Quando propus esta brincadeira, eu já havia colecionado uma lista de outros nomes dados às Rosettes, de acordo com os vários locais do mundo onde  fazem parte da culinária tradicional. São eles:

Sri Lanka - Kokis
Suécia - Struva
Turquia - Demir tatlısı
Irã - Nan panjara
México - Buñuelos
Kerala (sul da Índia) - Achappam
Tailandia - Kanom Dok Chok

Eu me surpreendi com todas as adições à esta lista, que aprendi com vocês :o)

Brasil - Coscorão
Portugal - Filhós de Forma / Filhós em Flor
Espanha - Manchegas
Malásia - Roses / Beehive Cookies (kuih goyang)
Outros - Floretes, Rosas do Egito, Sonhos

Aprendi com vocês que, embora esta iguaria não seja muito conhecida aqui no Brasil, existem, sim, algumas regiões que as produzem para venda em padarias e feiras livres como é o caso do sul do Brasil e também Minas Gerais... quem diria!!!

Já as leitoras de Portugal  já conheciam e inclusive fazem em suas casas na ocasião das festas de final de ano.

Minha amiga da Malásia também já conhecia e a receita por lá é ligeiramente diferente, sendo feita com farinha de arroz e leite de coco.

Quanta variedade, hein!!

Aos leitores que participaram com seus conhecimentos e experiência, ou que acabam de ser apresentados a mais uma delícia, não só de se comer mas de se ver, muitíssimo obrigada pela participação! Adorei aprender ainda mais sobre as Rosettes (ou como queiram chamá-las)!!

A receita é super simples, mas pode ser "incrementada" a gosto com essências e especiarias, recheios e coberturas. Usando a criatividade, o céu é o limite!

BONUS:

Além das Rosettes, o kit de fôrmas que comprei veio com uma forminha para fazer Timbales. Estas forminhas podem ser recheadas a gosto, na hora de servir, com doce ou salgado.


Pode ser feita em vários tamanhos, usando a mesma fôrma, mudando somente a profundidade em que o molde é submergido na massa.

Para quem ainda não conhece as Rosettes, ou para que não fique dúvidas em seu preparo, preparei um VÍDEO mostrando o processo. Não reparem o "amadorismo" do meu primeiro vídeo para o blog :o)



MASSA PARA ROSETTES
(Receita adaptada DAQUI)

Rendimento: aproximadamente 25 Rosettes

1 ovo
1 colher de chá de açúcar
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 xícara de leite (120ml)
1/2 xícara de farinha de trigo peneirada
1 pitada de sal
óleo para fritar

Numa tigela pequena, Bata ligeiramente o ovo, usando um fouet, somente para misturar clara e gema. Junte os outros ingredientes e  bata até ficar homogêneo. Leve à geladeira até a hora de usar. O ideal é que a massa gele, tampada, por pelo menos 2 horas para um resultado mais crocante. Porém, esta etapa pode ser omitida.

A massa fica como uma massa de crepe, bem fluida.


Aqueça o óleo em uma panela pequena e funda. É importante usar uma quantidade de óleo suficiente para que o molde fique totalmente imerso, sem encostar no fundo da panela.

A temperatura do óleo deverá ser de aproximadamente 190°C.

Pré-aqueça a fôrma própria junto com o óleo.


Escorra o excesso de óleo da fôrma e encoste-a em papel toalha. Afunde a fôrma na massa somente até a borda superior. Não deixe que a massa  ultrapasse a parte superior, pois ficará impossível de retirar a Rosette da fôrma sem quebrá-la. Veja detalhes no VÍDEO acima.

Frite por aproximadamente 30 segundos ou até corar. Destaque as Rosettes da fôrma e deixe escorrer em papel toalha.

Passe em uma mistura de açúcar com canela....


....ou polvilhe açúcar de confeiteiro.


Talvez você prefira o outro lado... você escolhe!


Se não for consumir de imediato, armazene em embalagem hermética após esfriarem completamente.


Se perderem a crocância, leve-as ao forno (200°C) por alguns minutos que elas voltam a ficar perfeitas.

Podem ser congeladas. 

63 comments:

  1. Nossa, que terapêutico! Quero passar a minha vida fazendo rosettes. Onde encontro essa forma? Bjo

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hehe, pensei que só eu encontrasse "terapia" nessas coisas :o)
      Aqui no Brasil, não encontrei as fôrmas. Comprei pela internet, no ebay (US)
      Bjsss

      Delete
  2. Eu estava morrendo de curiosidades, amei a receita, de fato aqui no sul tem nas padarias, mas não lembro o nome. Lembro de que quadno criança a minha dinda fazia algo parecido, mas não lembro como era a forma, ou a receita....
    O vídeo ficou muito bom!
    Bjokas!

    ReplyDelete
  3. Rê... acabou o mistério! Imaginei mesmo que fosse necessário uma forminha especial e põe especial nisso! Aqui em SP realmente nunca vi. Ah... o vídeo ficou muito bonitinho sim! Além das mimosas forminhas, a sou panela lilás é a cereja do bolo!hihi
    Beijos mil!
    Fabiola

    ReplyDelete
  4. Adorei, Renata!!!!!!
    De fato eu nunca havia ouvido falar. Estou apaixonada! Quanta delicadeza essas Rosettes! E o vídeo ficou ótimo, super fácil de entender!
    Vc está de parabéns por tudo: pela ideia da pesquisa (que nos deixou "doidas" rsrs, pela receita e pelo vídeo!
    Ah! e eu não poderia me esquecer de dizer que as fotos estão lindas!!!

    Beijocas! ;-)

    ReplyDelete
  5. Oi, Re,

    Clap, clap, clap (sou eu batendo palmas, rsrs). O vídeo ficou um show, um dos melhores que já vi (senão o melhor, rsrs). E as "rosettes" ficaram lindas demais.
    Só não comprei ainda um utensílio desse para mim porque todo mundo aqui em casa acha que eu já tenho coisa de cozinha demais, mas vou acabar comprando, rsrs.

    Um beijo e boa noite!

    ReplyDelete
  6. Rê querida ao contrário do que vc pensa, amei seu vídeo, muito bem explicadinho e sem necessidade de melhores explicações, embora adoraria ter ouvido sua voz viu? hehe. Mas amei essas rosettes, sabe que lembrei também? Minha mãe fazia uma massinha dessa que ela chamava de cróstolis. A sua pesquisa está excelente, aprendi muito, a gastronomia é uma imensidão né? Adorei seu post, e adoraria um aparelhinho desse, super prático com um efeito lindo, pena que não se vende ainda. Beijocas

    ReplyDelete
    Replies
    1. Também lembrei do Crostoli que minhas tias italianas faziam.
      Minha sogra disse que ela tinha essa forminha com 6 modelos de desenho,que ela comprou lá nos anos 70 , mas ela não tem mais...:(

      Delete
  7. Reneta we make this rosette cookies, Acchappam a christmas special. I am happy to see that you mentioned in this post. Beautiful as usual lovely video.

    ReplyDelete
  8. minha amda esta perfeito e maravilhoso ;;;amei viu bjus

    ReplyDelete
  9. Que post perfeito... não conhecia... devem ser deliciosos, além de lindos.
    bjos

    ReplyDelete
  10. Rosette! Não vou mais esquecer essa delícia! Ficaram lindas e , com certeza, deliciosas.
    Bj,
    Lylia

    ReplyDelete
  11. Voltei para ver o resultado da pesquisa, e agora já estou louca para testar essa receita além de serem lindos já imagino a delicia que deve ser tb.

    bjs

    ReplyDelete
  12. Well done with the video, Renata! It certainly takes patience to make the cookies.
    We use that cup-shaped mould for a savoury snack called pie tee or top hats. The filling consists of shredded jicama and prawns and topped with a hot chilli sauce.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Thanks for the tip, Jane. It sounds divine!

      Delete
  13. In Thailand we called "Kanom Dok Chok" ขนมดอกจอก as you can see in this web http://www.bloggang.com/viewdiary.php?id=pookhakae&month=10-2006&date=22&group=19&gblog=5
    I just know that there are many countries that have this kind of fried cookies. Thank for sharing.
    Sara

    ReplyDelete
    Replies
    1. Thanks for adding one more country to my list! I visited the link and the cookie is gorgeous! I will add Thailand to my list :o)

      Delete
  14. These look beautiful Renata. I have been served rosettes in Thai restaurants for dessert. So delicate and tasty, your look amazing.

    ReplyDelete
  15. Muito delicado, mas pirei nas possibilidades das forminhas fritas e seus infinitos recheios. Já estou dando uma de professor Pardal e vou inventar umas forminhas aqui. Elas são de ferro ou alumínio fundido?
    Abraços, e o video ficou ótimo, congrats!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Wair! Por acaso a minha é de alumínio fundido, mas as mais antigas eram feitas de ferro fundido. Vou adorar ver o resultado do Prof. Pardal rsrs se conseguir fazer as forminhas, lembre-se de rechear na hora de consumir para que não amoleçam.
      Abçs!

      Delete
  16. this looks amazing! we have the same Malay version in Singapore that we eat during Chinese New year. Yours are way more elaborate and beautiful - some ideas for new and improved batches for us!

    ReplyDelete
  17. Oi Renata que bela lição sobre essas coisas mais lindas e delicadas.Confesso que nunca tinha visto ou ouvido falar.Parecem deliciosas e ficam muito lindas.Adorei.
    Adoraria que tivesse essas forminhas aqui no Brasil,adoramos uma novidade, rsrs.
    Beijos querida, tenho um excelente domingo.

    ReplyDelete
  18. Sou atraída por tudo que é criativo. Apesar de ser fritura e a gente viver fugindo delas, de vez em quando faz bem à alma.
    Conhecia como coscorões, graças ao convívio com as amigas portuguesas, mas esses estão lindos demais, Renata!
    Bjs.

    ReplyDelete
  19. ...Esqueci de comentar o vídeo, que está ótimo!
    Bj.

    ReplyDelete
  20. Tia, eu to bem atrasada pelo jeito! Dei uma sumida e só agora to lendo os posts atrasados (pra mim rsrs)!
    Que coisa mais delicada esses rosettes! Nunca tinha ouvido falar, pra mim foi novidade! E já vi no FB que apareceram hj, no dia dos pais! rsrsrs
    Seu video tá otimo, não achei nada amador, inclusive!
    Parabéns, vc sempre superando as lindezas e gostosuras!
    bj grande pra vcs!

    ReplyDelete
  21. Vou ter que pensar com calma e revirar o baú de memórias para buscar mais detalhes, mas ao ver estas "ferramentas" lembrei que minha mãe fazia quando éramos criança. E que na cantina do colégio também vendia. Minha boca "está cheia de água" ao lembrar deste sabor de açúcar e canela que recobria os biscoitos.

    ReplyDelete
  22. Uauuuuuu Renata, que perfeicao maravilhosa tem essa receitinha,hein!!!!Estou de bocaaa aberta!! Nao conhecia essas rosetes e agora estou malucaaaa para conseguir essas forminhas e prepará-las, vou procurá-las aqui na Alemanha, tomará que as encontre!!!!!!! Receita maravilhosa, como sempre você arrasandooo!!!! Um beijo bem especial e que sua semana seja maravilhosa!!!

    ReplyDelete
  23. A minha mae faz muito destes fritos no natal.

    Uma sugestão para não ficarem moles não ponha açucar.

    Não conhecia o teu blog, já sou seguidora. Convido-te a visitares o meu.

    Beijinhos,

    Susana
    As Papinhas dos Babinhos

    ReplyDelete
  24. Vivendo e aprendendo (aliás, o que eu aprendo de coisas aqui!!!).
    Eu também nunca ouvi falar nem vi as formas de rosette.
    Achei muito originais e delicadas!
    Com certeza irei prestar atenção nas minhas viagens, quem sabe um dia encontro!
    Obrigada por partilhar!
    Beijinhos

    ReplyDelete
  25. Que delícia deve ser, a massinha crocante, adorei conhecer!
    Bj e boa semana!

    ReplyDelete
  26. Adoro, so q eu faco a maior meleca na cozinha ,c/o e possivel ser tao organizadinha? mas agora ja aprendi primeiro tenho de aquecer o treco, e limpar o excesso de oleo, pq as 2 por 3, a minha massa estava cheia de oleo, e eu aflita,dita vamos fazer outra massa! gostei mto do teu blog, ah a proposito sou portuga e conheco as filhoses de forma desde menina, em Portg se fazem principal/ no Natal e AN.

    ReplyDelete
  27. Adorei tudo!
    A receita, o vídeo e o blog - acabei de conhecer e já sou fã.

    Abraços e vou tentar fazer com outras possibilidades de forminhas.

    Vívian Fonseca - Ceilândia/ DF

    http://elachegou.blogspot.com.br

    ReplyDelete
  28. oi, sou a Imi,
    eu conheço e já fiz alem de doce pode ser feita salgada e rechear com patê, maionese, etc,só a forma era da minha tia e eu não sei mais onde comprar, onde vc comprou as suas?
    Adorei voltar ao tempo de cça com este vídeo, abraços.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Imi,
      Comprei as forminhas no ebay. Demorou para chegar, mas valeu a espera!
      Obrigada pela mensagem. Adorei saber que as Rosettes te remeteram às lembranças de criança. Gostoso isso, né?
      bjsss

      Delete
    2. Por qual nome fez a pesquisa para encontrar no e-bay pois por Rosettes nao estou encontrando. Obrigada

      Delete
  29. Parabéns, Renata! que "amadorismo" do video? que isso! está maravilhoso!
    A muuuito tempo atras, eu vi essas tipo de forminhas a venda em feirinhas de artigos domésticos, uma espécie de banca que o pessoal vendia cortadores de legumes etc, minha irmã comprou e testou, era isso mesmo! Só que feito com folha de flandres (metal) em forma de flor, era bem simples.

    ReplyDelete
  30. Eu fazia estes "Rosettes" com a minha mãe. Ela chamava de "sonho". Fazíamos sem o açúcar e sem a baunilha. O açúcar colocávamos só nos "sonhos" já prontos, mas mesmo assim ficavam uma delícia.Ficaram comigo quatro formas: uma borboleta, dois tipos de rosas e uma estrela. Não sei onde ela adquiriu as formas, elas estão na família há muitos anos.

    ReplyDelete
  31. Sou do interior da Paraíba onde se fazia e era conhecido pó "sonhos". Hoje, pela dificuldade de se encontrar as form

    ReplyDelete
  32. Ola! Preciso dessas formas para fazer filhoses e timbales, mas moro no Brasil, tem algum site que venda?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá SRAMOS,
      As forminhas comprei no ebay (US). Também moro no Brasil. Faça uma busca por "rosette iron".

      Delete
  33. Descobri sua receita ontem. Segui a risca, porém não ficaram crocantes. :(

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Fernanda, não sei dizer o que pode ter causado isso. Eu experimentaria afinar um pouco mais a massa com um pouquinho mais de leite. Quem sabe funciona....
      Quanto aos que ja foram feitos, tente aquecê-los no forno por alguns minutos.

      Delete
  34. Renata, realmente encontrei aqui uma coisa que procurava a muito tempo, essa Receita, sou de Recife e quando criança morei um tempo no interior do estado e comi muito isso que chamávamos de sonho, pelo que vi o mais difícil pra vocês foi o mais fácil pra mim, pois comprei as formas no centro do Recife em uma casa de festas, é bem artesanal, mais frágil do que essa sua e o cabo é pra cima ao invés de para ao lado, é bem simples feita em alumínio, mas tem a mesma função, e também foi bem barata cerca de R$ 5,00 um conjunto com 3 formas, até tirei uma foto pra compartilhar mas vi que não tem como enviar.

    Muito obrigada e parabéns pela iniciativa.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Ana,
      Obrigada a você por vir aqui compartilhar sua experiência! Eu adoraria ver as fotos, você poderia enviar para meu e-mail? (testado.provado.aprovado@gmail.com)
      Bjsss

      Delete
  35. Faz tempo que procura está receita, sou de Pernambuco e a minha avó fazia quando visitavamos. Minha mãe não se lembrava da receita. Valeu!!!

    ReplyDelete
  36. Olá Renata,

    Adorei a receita mas gostaria de saber o que devo fazer para que não fiquem moles... As minhas ficaram um pouco moles :(

    Paula Gois

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Paula, se as Rosettes ficaram moles logo após a fritura provavelmente a massa estava grossa demais, tente afinar com um pouco mais de leite. Caso tenha amolecido algumas horas depois de preparado, é só colocar alguns minutos no forno que ele volta a ficar crocante.

      Delete
  37. onde encntro para comprar essas forminhas adorei a receita?

    ReplyDelete
    Replies
    1. A minha comprei no ebay (US). Faça a pesquisa pelo nome Rosette Iron.

      Delete
  38. Oi, aqui no interior da Bahia a minha família faz essa receita a mais de 50 anos só que ao invés de ser um doce é feita só com sal, as formas são feitas aqui mesmos e em formato de uma flor só que mais alta que essas. Em festinhas são os primeiros a serem consumidos. Depois posto fotos para vocês verem.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi MCelia. Vc poderia me enviar um desses? Já procurei horrores em Brasília e não encontro. Eu tinha um assim é amava, mas foi roubado. Se puder me envie um e-mail que acertamos. Eglay.rorato@tjdft.jus.br. Ou 99906.1662. Grata Eglay

      Delete
  39. Oi, que saudades que me deu.... Na minha casa esse "sonho" era presença marcante em todos os aniversários!!!Assim que vi aqui, liguei pra minha mãe e ela me disse que tem, ainda, 4 formas para fazê-los. Fiquei feliz. Amanhã estarei fazendo para que meus filhos conheçam esta iguaria. Muito obrigada.

    ReplyDelete
  40. Boa noite,

    Amei a receita e o video ficou otimo, ja pedi para minha irma q reside na Austria p ver se acha as forminhas p mim. Obrigad

    ReplyDelete
  41. Amei a sua pesquisa. Eu comia na casa da minha avó quando era criança e ela os chamava de roseta, ela era italiana. Os armazenava em latas de alumino para conservar... Que delicia! Agora , que não tenho mais a minha avó, você me proporciona a oportunidade de fazer com que meus filhos conheçam essa delicia! OBRIGADA !

    ReplyDelete
    Replies
    1. Legal, Kathia! O que me encanta é a simplicidade para produzir tamanha beleza! Que bom poder te remeter à infância!

      Delete
  42. Renata boa tarde!!!
    Amei seu site...qual o nome das formas que usou para comprar no ebay..
    bjs e obrigada
    roseliamaralenfermagem@yahoo.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Roseli,
      Encontrei no ebay com o nome de rosette iron.
      Obrigada pelo carinho!

      Delete
  43. Amei o post.
    Na minha infância comia esse doce e ele era conhecido como SONHO em Pernambuco/PE.
    Que deliciosa lembrança.
    Anotarei a receita e qdo achar a forminha farei.

    ReplyDelete
  44. Boa noite! Nossa que delícia de ler esse post! Fiquei maravilhada em conhecer essa versão doce. Sou do interior do Ceará, e por aqui é muito comum na versão salgada. Antes era muito consumido em festinhas de aniversário, pelo sabor crocante e rendimento. Aqui a gente chama de "Sonhos". Fiquei morrendo de vontade de matar a saudade dessa delícia que fez parte da minha infância, e experimentar essa versão doce! Abraços!

    ReplyDelete

Devido ao grande número de mensagens de "spam", Testado, Provado & Aprovado não aceita mais comentários anônimos. Desculpem o transtorno.

Due to the large number of spam messages, Testado, Provado & Aprovado no longer accepts anonymous comments. Sorry for the inconvenience.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...