Thursday

DULCE DE LECHE - DOCE DE LEITE tipo ARGENTINO

31 Mar 2016


Não podemos negar.. nossos "hermanos" fazem um dos melhores doces de leite do mundo, concorda? Então vamos tentar replicar esta deliciosa receita.


Num certo dia, pesquisando sobre este doce, encontrei uma receita onde a autora dizia que usava três tipos diferentes de açúcar, tipo... açúcar branco, açúcar mascavo e/ou outro(s) que não me recordo. Agora que eu parei para testar esta receita, não a encontrei de jeito nenhum. Que pena. Entrou em ação, então, a cozinha experimental do TP&A. Dividi a receita em dois, uma fiz com açúcar cristal branco e a outra metade com rapadura. Os dois doces ficaram ótimos, mas aquele feito com rapadura ficou ainda melhor. Ficou, também, mais escuro e parece ter sido feito com chocolate. Foi o campeão na minha opinião, e por isso repasso esta receita, que foi adaptada do programa do Olivier Anquier, quando esteve na Argentina com o chef Frederico Fontan para aprender os segredos deste doce.



DULCE DE LECHE
Adaptado DAQUI
(Rende aproximadamente 450ml)

2 l de leite integral (usei pasteurizado)
500g de rapadura picada
6g (1 colher de chá) de bicarbonato de sódio
1 fava de baunilha

Use uma panela com fundo grosso, bem maior do que o volume que o leite vai ocupar.

Pique a rapadura.


Coloque o leite e a rapadura na panela e leve ao fogo médio até ferver e dissolver a rapadura.


Retire a panela do fogo momentaneamente, para juntar o bicarbonato, que produzirá uma intensa espuma.



Mexa bem, e volte ao fogo, mexendo sempre. Se começar a subir denovo, retire do fogo novamente até baixar. Repita até que não suba mais.

Deixe no fogo brando, mexendo de vez em quando, durante umas 3 horas.

Após 1 hora:


Após 2 horas:


A mistura vai escurecer e encorpar. Quando começar a encorpar, junte a fava de baunilha cortada ao meio no sentido do comprimento.

Tenha mais atenção agora e mexa sempre, até a consistência desejada.


Lembre-se que depois de frio o doce engrossa bastante, portanto, escolha o ponto bem mais mole do que o que pretende. Da primeira vez que fiz ficou quase um caramelo puxa-puxa.... uma delícia, mas nada adequado para recheios, por exemplo. Para ficar pastoso, em ponto de espalhar, deve sair da panela bem fino, como na foto:


Depois de frio:


A fava da baunilha pode ser retirada depois do doce pronto.

11 comments:

  1. Realmente, Renata, os argentinos fazem um doce de leite inigualável.Parabéns para o seu que me pareceu tão bom quanto.
    Bj,
    Lylia

    ReplyDelete
  2. Renata, I love dulce de leche is so delicious!
    Have a nice weekend

    ReplyDelete
  3. E já estou eu aqui testando mais uma receita sua. Fazendo o doce agora, só faltou a baunilha. Ah e detalhe, o leite azedou ao ferver, vamos ver o resultado.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada por prestigiar! Sei de casos como o seu, que o leite azedou e mesmo assim resultou em um excelente doce!

      Delete
  4. Renata, tu pode deixar ele mais claro adicionando metade da rapadura no inicio e a outra metade durante o preparo. Eu gosto de colocar também 5-10g de amido de milho no início para dar mais cremosidade. Outra dica é para saber o ponto certo, pingue em um copo de água. Se a gota não desmanchar está pronto.

    Parabéns pelo trabalho.

    ReplyDelete
  5. Oi Renata!! Amei o blog ❤
    Posso substituir a fava de baunilha por essência? E qual seria uma boa quantidade?
    Obrigada e parabéns pelo seu trabalho!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pode sim, Lilian. Procure colocar no final para não perder o aroma. A quantidade é meio subjetiva ja que essências tem níveis diferentes de aroma. À princípio eu colocaria umas duas colheres de chá. Prova e acerta se necessário.
      Bjsss e obrigada pelo carinho!

      Delete
  6. Renata querida, quanto tempo e quantas saudades <3
    Seu doce de leite ficou tudo de bom e muito mais. Quando bati o olho, quase cai durinha aqui de vontade de experimentar. Adoro doce de leiteeeeee :)
    Muito bom vir aqui te fazer uma visita depois de tanto tempo e ver que seu blog e seu bom gosto sempre estão caminhando juntinhos. Parabéns, parabéns.
    Eu voltei a blogar :)
    Atualmente moro na Suíça e tenho dois filhos.
    Meu novo blog chama-se Süess (Doce no dialéto suíço-alemão)sueesss.ch Espero sua visita assim que puder. Quero muito sua opinião.
    Um abraço daqueles bem forte <3
    Queila do antigo Gourmet e Gourmand

    ReplyDelete
  7. VC acha se colocar a pasta de baunilha da blend vai dar certo? ou somente a fava. descobri o seu blog hoje e to ficando loucaaaaaaaaaaaaa. Obrigado pelas receitas.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não sei qual pasta de baunilha vc está se referindo, mas não sendo a fava, eu colocaria somente depois de desligar o fogo para não perder o aroma.
      Que bom que está gostando do blog, fico muito feliz :o)

      Delete

Devido ao grande número de mensagens de "spam", Testado, Provado & Aprovado não aceita mais comentários anônimos. Desculpem o transtorno.

Due to the large number of spam messages, Testado, Provado & Aprovado no longer accepts anonymous comments. Sorry for the inconvenience.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...